31 de outubro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo

Quando o alemão Michael Schumacher venceu uma corrida e subiu ao ponto mais alto do pódio pela última vez, no GP da China no ano de 2006, completando a incrível marca de 91 vitórias na carreira, poucos acreditavam que algum dia essa marca histórica pudesse ser alcançada… muito menos ultrapassada. 

Mas, no final de 2006 a McLaren apresentava Lewis Hamilton, com apenas 22 anos, como seu mais novo piloto para a temporada de 2007. Neste mesmo ano Hamilton conquistou sua primeira vitória no GP do Canadá, a sexta corrida da temporada. Desde então, o inglês vem conquistando títulos e quebrando recordes, um atrás do outro. 

No GP da Rússia, no Autódromo de Sochi, no dia 27 de setembro de 2020, Lewis Hamilton terá a oportunidade de igualar o número de 91 vitórias de Schumacher e se tornar, junto com o alemão heptacampeão mundial, o maior vencedor da Fórmula 1. 

Após a vitória de número 90, no GP da Toscana, Hamilton declarou: 

“Não parece real!… nunca pensei que estaria aqui, com certeza…” se referindo à conquista de sua 90ª vitória e apenas à uma vitória do recorde. 

Falando sobre a possível e, ao mesmo tempo, inevitável conquista de Hamilton, Toto Wolf afirmou: 

“Você precisa ser capaz de deixar as coisas acontecerem… quem poderia imaginar que alguém poderia quebrar esse recorde de 91 vitórias.” 

Outro recorde que pode ser igualado neste ano, muito provavelmente, será o de títulos mundiais! Hoje Hamilton possui 6 títulos contra os 7 de Schumacher. Com uma diferença de 55 pontos para o segundo colocado, Valteri Bottas, Lewis segue firme para mais essa conquista! 

%d blogueiros gostam disto: