31 de outubro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo

Com 5,848 km de extenção, 18 curvas e sentido horário, a pista localizada no complexo esportivo de Sochi, na Rússia, sediará da 10ª etapa da temporada 2020 da Fórmula 1.

Mas depois do confuso e empolgante GP de Mugello o que podemos esperar dos pilotos e equipes para este final de semana?

Hamilton – Certamente o piloto da Mercedes será o centro das atenções na Rússia. Se vencer, o piloto inglês irá igualar a fantástica marca de Michel Schumacher de 91 vitórias na Fórmula 1.

Verstappen – Depois dos problemas e frustrações enfrentados na Itália, Max vem em busca de um bom resultado e tenta voltar ao pódio. Na terceira posição do campeonato e sem ter como ser ameaçado, a meta é reconquistar a segunda posição que hoje está com Valteri Bottas. Só resta saber se a Red Bull e o motor Honda darão à Verstappen a possibilidade de brigar pelas primeiras posições.

Perez – Depois de ter a demissão anunciada, o mexicano precisa mostrar bons resultados para ter mais tranquilidade e, assim, encontrar uma nova equipe para a próxima temporada. Haas e Alfa Romeo estão na mira de Perez, mas não se descarta outras possibilidades. Um resultado expressivo seria bem vindo e pode facilitar as negociações.

Ricciardo – Com três 4º lugares (Inglaterra, Bélgica e Itália), o pódio está próximo de ser conquistado e muitos esperam ansiosamente que isso aconteça. Todos querem ver o resultado final da aposta entre Daniel e Cyril Abiteboul. Ambos apostaram que se o pódio chegasse em 2020 Cyril teria que fazer uma tatuagem e caberia a Daniel escolher o desenho a ser tatuado, enquanto que Cyril escolheria o local da tatuagem. Então, que esse pódio venha logo.

Ferrari – Sem muitas esperanças de melhora, a Ferrari chega à Sochi com um pacote de atualizações que visa diminuir os problemas que a equipe tem enfrentado nesta temporada. Porém, Mattia Binotto, chefe da Scuderia, já avisou que as atualizações ajudarão, mas não trarão melhoras significativas.

Alpha Tauri – Com exceção do GP da Itália e a inesperada vitória de Gasly, a “irmã menor” da Red Bul não tem apresentado bons resultados. Mesmo assim, na Russia, existe a possibilidade da equipe ultrapassar a Ferrari no campeonato de construtores. Hoje, a diferença entre elas é de 13 pontos. Mesmo que a Alpha Tauri não consiga ultrapassar a Ferrari, na Rússia, ela pode diminuir, significativamente a diferença.

Williams – Agora, sob nova direção, a equipe busca marcar o primeiro ponto da temporada. Não será uma tarefa fácil para Russell e Latifi. Uma missão quase impossível!

%d blogueiros gostam disto: