28 de outubro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo



O clima entre Sergio Perez e a Racing Point parece não ser dos melhores e já começa a afetar a convivência entre ambos.

Após anunciar a saída de Perez e a contratação de Sebastian Vettel, o piloto mexicano e a Racing Point – futura Aston Martin, a partir da próxima temporada – estão com o relacionamento abalado.

Tudo começou com a demissão, antes do término do contrato de Perez e uma clausula que liberou a Racing Point do pagamento da multa rescisória.

Agora, a futura Aston Martin trará uma atualização para a Rússia, mas apenas para Lance Stroll, filho de Lawrence Stroll, dono da Racing Point.

As últimas declarações de Sérgio Perez mostram a insatisfação e frustração com os últimos acontecimentos. O piloto mexicano chegou a dizer que a equipe “começa a esconder coisas, antes de sua saída”.

“Será muito importante entregarmos cada ponto. É muito importante para o campeonato de construtores. Ainda podemos ter a melhor temporada da nossa história, sabe, se conseguirmos terminar em terceiro, e todos ficaremos muito desapontados se não conseguirmos esse terceiro lugar no campeonato de construtores. ”

“Acho que obviamente, quando você não consegue o resultado que deseja, você fica desapontado, mas estou há muito tempo neste negócio, entendo as decisões por trás dele. Portanto, sem ressentimentos e não acho que haja nada que eu leve para o lado pessoal, e vou seguir em frente. Aconteça o que acontecer, estou feliz com isso. ”

Perez ainda não encontrou uma nova equipe para a próxima temporada, mas as conversas e negociações firmes.


Fonte e fotos: F1


%d blogueiros gostam disto: