28 de outubro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo

Depois das atualizações implementadas no SF1000 e que trouxeram um resultado satisfatório no GP de Nurburgring, a Ferrari prepara mais novidades para o GP de Portugal.

Como afirmou Mattia Binotto, “o desenvolvimento está indo na direção certa e a Scuderia está trabalhando duro para recuperar o desempenho e trará outra atualização para o Grande Prêmio de Portugal.”

Embora Sebastian Vettel tenha enfrentado os mesmos problemas de falta de potência e dirigibilidade, no GP de Eifel, rodando mais uma vez durante a corrida e terminando na 11ª posição, sem pontuar; Charles Leclerc conseguiu tirar um pouco mais do SF1000 e finalizou a corrida em sétimo lugar.

Não é o ideal, mas diante de todos os problemas que a equipe italiana tem enfrentado, desde o início da temporada, a sétima colocação na corrida e o bom desempenho no qualifying , com a 4ª posição de Leclerc, já demonstra que o carro melhorou um pouco com as atualizações.

Ainda insatisfeito com o baixo desempenho Binotto declarou: “Claro, não estamos satisfeitos com este resultado, mas continuamos a trabalhar para melhorar nosso nível de desempenho geral”.

“Vimos sinais de progresso na qualificação, mas o importante é que as atualizações que estamos introduzindo parecem estar indo na direção certa, especialmente olhando para 2021. Diante disso, devemos ter também algumas atualizações para o próxima corrida em Portimão.”

“Foi uma corrida difícil hoje (em Nurbugring), principalmente para acertar as temperaturas dos pneus”, disse ele. “Foi particularmente o caso de Charles que, depois de uma boa largada, começou a sofrer com a granulação dos pneus macios, logo nas primeiras voltas, o que significava que não conseguia o desempenho que gostaria. Portanto, tivemos que trazê-lo mais cedo para os boxes do que o planejado, mudando imediatamente para outra estratégia.”

“Quanto a Sebastian, o o fato de ter rodado logo no início comprometeu sua corrida e, a partir daí, pouco havia a ser feito, mesmo nas últimas voltas, quando ele estava com os pneus macios”, concluiu o chefe da Ferrari.

A Ferrari continua na sexta posição no campeonato de construtores, com 80 pontos, e briga, ao mesmo tempo, pela quinta posição com a Renault (114 pontos) e para não cair para a sétima posição, que hoje é da Alpha Tauri (67 pontos).

Se as novas atualizações melhorarem o desempenho do SF1000 o fantasma da 7ª posição pode ficar mais distante. Já, alcançar a Renault, com os bons desempenhos que a equipe francesa vem conquistando, fica bem mais difícil.

%d blogueiros gostam disto: