28 de novembro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo

A Fórmula 1 apresentou na manhã desta terça-feira (10) o calendário provisório para a temporada 2021 e o Autódromo de Interlagos, em São Paulo, está entre as 23 corridas pré programadas, com prova agendada para o dia 14 de novembro.

Neste ano (2020) o Brasil ficou fora do calendário da F1, como vários outros países, principalmente os que estão nas Américas (México, Estados unidos e Brasil) e alguns países da Ásia, Oceânia e até mesmo da Europa. Tudo em decorrência da pandemia de Covid-19 que afetou todo o planeta e ainda segue com altos índices de contágio no velho continente.

Mas o Brasil teve um ingrediente a mais nesta decisão que poderia afetar, inclusive, os próximos anos da F1 no país. A disputa Rio Motorsport X São Paulo X Liberty Media foi, sem dúvida, uma disputa amarga para o autódromo paulista que, agora, volta a fazer parte do calendário 2021.

É importante ressaltar que a realização da etapa brasileira em Interlagos ainda depende de um acordo contratual entre os organizadores da prova no Brasil e a Fórluma 1 – Liberty Media, mas a inclusão de Interlagos coloca um ponto final na disputa Rio X São Paulo, pelo menos para a próxima temporada.

A intenção da F1 era realizar a prova no novo autódromo do Rio através da parceria com a Rio Motorsport mas, sem um autódromo e com o projeto de “Deodoro” sem sair do papel, parado devido à problemas de licença ambiental e fortes campanhas contra a construção no local apresentado, a Fórmula 1 partiu para a solução mais fácil… voltar a São Paulo.

Agora, a organização do GP do Brasil em Interlagos pode ter a chance de inverter a situação e exigir um contrato para mais temporadas e assim voltar a sediar as provas da Fórmula 1 no Brasil; pelo menos enquanto o autódromo do Rio não ficar pronto e homologado, o que pode levar de 2 à 3 anos, se a construção começar agora.

A cidade do Rio de Janeiro merece, sem dúvidas, um autódromo de alto nível que possa receber provas da F1, Moto GP e outras categorias, mas isso deve ser feito com calma, dentro dos padrões exigidos e respeitando as leis ambientais. Certamente, na hora certa, o Rio voltará a ter o seu autódromo.

Portanto, vamos aguardar e torcer para que o Brasil volte a receber a F1, independente do local em que seja realizada!

Confira o calendário provisório completo:

  • 21 Março – Australia (Melbourne)
  • 28 Março – Bahrain (Sakhir)
  • 11 Abril – China (Shanghai)
  • 25 Abril – TBC (TBC)
  • 09 Maio – Spain (Barcelona)*
  • 23 Maio – Monaco (Monaco)
  • 06 Junho – Azerbaijan (Baku)
  • 13 Junho – Canada (Montreal)
  • 27 Junho – France (Le Castellet)
  • 04 Julho – Austria (Spielberg)
  • 18 Julho – United Kingdom (Silverstone)
  • 01 Agosto – Hungary (Budapest)
  • 29 Agosto – Belgium (Spa)
  • 05 Setembro – Netherlands (Zandvoort)
  • 12 Setembro – Italy (Monza)
  • 26 Setembro – Russia (Sochi)
  • 03 Outubro – Singapore (Singapore)
  • 10 Outubro – Japan (Suzuka)
  • 24 Outubro – USA (Austin)
  • 31 Outubro – Mexico (Mexico City)
  • 14 Novembro – Brasil (Sao Paulo)* – Dependendo de acordo contratual.
  • 28 Novembro – Saudi Arabia (Jeddah)
  • 05 Dezembro – Abu Dhabi (Abu Dhabi)

Declarações da F1 e Chase Carey:

“Os planos para 2021 envolveram um amplo diálogo com todos os promotores e suas autoridades locais e nacionais em um momento de fluidez contínua relacionada à pandemia global”, diz uma declaração da F1. “A Fórmula 1 e a FIA implementaram medidas robustas de saúde e segurança para permitir que a temporada de 2020 revisada reinicie e funcione com eficácia.

Nossos anfitriões para 2021 estão tranquilos com o nosso retorno seguro às corridas nesta temporada e confiantes de que os planos e procedimentos que temos em vigor nos permitirão retornar a um nível de normalidade para a temporada de 2021.

“Como dissemos antes, esperamos que os fãs voltem para a temporada de 2021 e que o calendário seja semelhante à temporada originalmente planejada para 2020. Continuaremos a trabalhar em estreita colaboração com nossos promotores e parceiros e aguardamos o início da temporada em 18 de março de 2021 na Austrália.

Chase Carey, presidente e CEO da Fórmula 1, disse: “Temos o prazer de anunciar o calendário provisório da Fórmula 1 de 2021, após extensas conversas com nossos promotores, as equipes e a FIA. Estamos planejando 2021 eventos com torcedores que proporcionam uma experiência próxima do normal e que esperam que nossos acordos sejam honrados.

Provamos que podemos viajar e operar nossas corridas com segurança e nossos promotores reconhecem cada vez mais a necessidade de avançar e gerenciar o vírus. Na verdade, muitos anfitriões querem usar nosso evento como uma plataforma para mostrar ao mundo que eles estão avançando.

Estamos muito satisfeitos em ver a Arábia Saudita se tornar parte da programação e estamos igualmente animados para retornar aos locais que esperávamos correr em 2020. Queremos agradecer a todos os nossos promotores e parceiros por seu entusiasmo e colaboração contínuos e estamos ansiosos para oferecer nossos fãs, uma temporada emocionante na pista.



%d blogueiros gostam disto: