25 de novembro de 2020

RACING BRASIL

Tudo sobre automobilismo

Uma volta voadora do jovem canadense, Lance Stroll, sob condições adversas, deu a ele a primeira pole position de sua carreira, mostrando muito talento e arrojo.

Verstappen foi o grande destaque do dia, liderando o Q1 e Q2 com folga mas, terminando na segunda posição e, Perez completou os três primeiros.

Entenda como foi esse treino maluco e, ao mesmo tempo, emocionante:

Um qualifying tão maluco quanto foram os treinos livres da sexta-feira (13) e da manhã deste sábado (14). A pista de Istambul Park que já estava ruim com asfalto seco ficou ainda mais difícil e imprevisível com a chuva que caiu neste sábado, combinada com a baixa temperatura e a baixa aderência fizeram os carros andar, literalmente, “sobre o gelo”.

Qualifying – Q1

Alguns pilotos tentaram fazer seus tempos com pneus intermediários mas, o que se viu foi um show de “escapadas” e rodadas, mesmo para quem estava com pneus de chuva.

Com a chuva apertando a cada minuto, a única solução da direção de prova foi interromper o Q1, com bandeira vermelha, faltando um pouco mais de 6 minutos para o final.

Com a parada da chuva, as condições de pista melhoraram um pouco, e o Q1 foi reiniciado. Faltando pouco tempo para o final da primeira sessão, nenhum dos pilotos arriscou e todos foram para a pista com pneus de chuva para tentar passar para o Q2, mas foi praticamente impossível controlar os carros e uma nova bandeira vermelha foi decretada com a Haas de Grosjean parada na brita.

Com o reinício, faltando apenas 3 minutos e 30 segundos para o final do Q1, as equipes correram para enviar os pilotos para a pista e tentarem, em apenas uma volta, marcar tempo suficiente para o Q2, transformando a primeira sessão em uma verdadeira loteria.

Eliminados do Q1: Magnussen, Kvyat, Russell, Grosjean, Latifi. 

Qualifying – Q2

Com melhores condições de pista os pilotos foram baixando os tempos, se revezando na primeira posição. A cada volta os pneus ganhavam temperatura e o trilho ia se formando deixando o Q2 muito emocionante e imprevisível.

Giovinazzi e Kimi foram os grandes destaques deste Q2 marcando a 4ª e 7ª posições, respectivamente. Já, Leclerc, Vettel, Norris e Sainz não conseguiram avançar para a próxima etapa.

Eliminados do Q2: Norris, Vettel, Sainz, Leclerc, Gasly

Qualifying – Q3

Como aconteceu no Q2, os tempos foram caindo a cada volta e a pista melhorando cada vez mais, o que fez com que os pilotos trocassem o pneu de chuva pelo intermediário.

Verstappen tinha tudo para levar a pole mas a Red Bull não mostrou o mesmo desempenho com pneus intermediários.

Lance Stroll e Sérgio Perez colocaram a Racing Point nas duas primeiras filas com a primeira e terceira posições.

Tudo o que aconteceu na Turquia mostrou que, em condições próximas, o talento de cada piloto “fala” mais alto e deixa tudo muito mais emocionante para os fãs da Fórmula 1.

Verstappen mostrou uma capacidade incrível sob condições extremas e “sobrou” na pista dando um show a parte, se superando a cada volta. Hamilton pareceu estar administrando as posições, sem se arriscar, para buscar, na corrida, fazer os pontos necessários e se tornar o mais novo heptacampeão mundial.

Neste domingo (15) a corrida da Turquia promete muitas emoções e boas disputas. Mesmo se a pista estiver seca será difícil controlar os carros, como se pode ver nos treinos da sexta-feira já, se a chuva vier tudo ficará ainda mais emocionante e poderemos ter uma das corridas mais imprevisíveis do ano!

%d blogueiros gostam disto: